Skip to content

Caminho (Alexandrismo)

Dezembro 30, 2011

Não há caminhos fáceis que não tenham os seus trechos difíceis. Mas, fáceis ou difíceis, se são caminhos, são para se percorrerem. Com paragens aqui e além – porque é preciso descansar, mas também apreciar, tomar consciência dos aspectos que tornam cada trecho do caminho diferente, e, muitas vezes, único e irrepetível, ou repetível apenas na memória dos passos dados… que, se for activa, nos ajudará nos passos presentes, mas, se for passiva, eternizará a nossa paragem. E, se é caminho, é para se continuar.

– © Alexandra Oliveira (OneLight*®)

Imagem: Pintura Chinesa – Autor Desconhecido

No comments yet

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: