Skip to content

Alexandrismo (de viver vivendo)

Abril 5, 2011

Viver, habitando esse espaço, ou nós – que mais ou menos portas não terá do que os muros que, em torno dele, de nós, ou não, erguermos. Viver, pois, aberta e livremente. Viver, estando, sendo, plenamente. Sem que o fim importe mais do que o princípio – que mais não foi do fim senão princípio, e igualmente sem porquê. Viver, esquecendo o que lembrar como lição de vida, somente, vale a pena – e reviver, com gratidão, apenas o que, depois do esquecimento redentor, nos reste, liberto e vivo, na lembrança. Viver, amando. Amando o que se vive, e vivendo quem e o que se ama, inteiramente. Viver, enfim, vivendo – que tão complexa é a vida, enfim, como a vivermos, simplesmente.

– © Alexandra Oliveira (OneLight*®) – Todos os direitos reservados

(Imagem de Helen Janow)

2 comentários leave one →
  1. Dolores Ferreira permalink
    Novembro 10, 2011 5:13 pm

    Muito Obrigada Xandinha!! Adorei ler, reflectir sobre o que escreveu….tentarei viver a minha passagem por aqui desta forma! Pois…. nós por vezes esquece-mo-nos que estamos de passagem….muitos agoras felizes para a Xandinha…um enorme XI CORAÇÃO….!!!

  2. Alexandra - P.T.N. permalink*
    Novembro 17, 2011 11:34 am

    Trazem-me os escritos aqui tão poucas vezes, que só agora vi este seu doce comentário, querida amiga! Não estamos de passagem… SOMOS, em cada passo da… PASSAGEM! Felizes Agoras!!!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: