Skip to content

Esta manhã (este amor) II

Abril 7, 2009

Há esta concepção de pólen entre o que os teus lábios guardam e o lóbulo da minha orelha, a milímetros de um viço baunilhado, ou macio vício, prestes a brotar. Doces, a flor e o segredo…

~

– © Alexandra Oliveira (OneLight*®) – Todos os direitos reservados

Outras “Solta(s) e de Natureza Táctil”

4 comentários leave one →
  1. Abril 7, 2009 11:10 am

    há a distância entre a flor e o quadro que a pinta, pequenas partículas atómicas que lembram lágrimas – pequenos gotas de pétalas.

    um grande beijinho
    jorge

  2. Abril 7, 2009 9:22 pm

    Seguramente non debera ter a osadía de comentar; mais…diante de tanta sutileza semántica non podo quedar mudo.
    Unha mistura sublime a do polen cos beizos lembrando a sensibilidade cartilaxinosa das orelhas…

  3. Alexandra permalink*
    Abril 10, 2009 3:17 pm

    como sempre, jorge, querido amigo, brotas poemas de imagens e imagens de poemas… e sempre magníficos, em essência.
    beijos,
    Alexandra

  4. Alexandra permalink*
    Abril 10, 2009 3:24 pm

    mas, querido vizinho… tudo, aqui, é comentável, e a tua ousadia é tão bem-vinda como… mais um fôlego para quem escreve como quem respira, e mais uma chsipa para alimentar o fogo desta volúpia de viver.
    por isso, bem-hajas.
    beijos de cá,
    Alexandra

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: