Skip to content

Revelações de passagem

Março 15, 2009

nude

Não acreditarias – e talvez nem o quisesses, a este sossego que pertence aos pássaros, e que me possui com a absoluta, macia intimidade dos momentos de penugem e das asas lentas. Não acreditarias – e talvez nem o considerasses, a este voo suspenso entre um sol vadio e trinados de passagem ao longo de mais um dia como um sulco. Não acreditarias – nem que as procurasses, às sementes que alimentaram sonhos, muitos sonhos, sôfregos e abertos; e que, do bico, caíram em muitos outros sulcos, como dias. Não o acharias – nem que acreditasses neste horto, de muitas árvores germinadas na absoluta, macia intimidade dos momentos como este. De um sossego a que não pertences, mas que me possui, como a um pássaro mais; que talvez até pudesse revelar-te, revelando-me em penugem e asas lentas. Mas não acreditarias.

~

– © Copyright fotografia – “Nude” – Joseph Sherman (OneLight*®) & texto Alexandra Oliveira (OneLight*®) – Todos os direitos reservados

Acerca do © Copyright

Outras “Solta(s) e de Natureza Táctil”

7 comentários leave one →
  1. Março 16, 2009 12:18 pm

    eu acredito
    e vogo no poema.

    a vogal feita espuma
    e voz

    um beijinho grande
    jorge

  2. Março 17, 2009 10:45 pm

    Coa imaxe que o adorna e a semántica coidada que o preside; este post podo imaxinalo -permíteme esa licencia- co son dunha gaita soando de fondo. Afinada en Do e tocando en semipechado unha melodía doce, suave, lene…

  3. Alexandra permalink*
    Março 20, 2009 9:30 am

    querido amigo Jorge… eu sei que acreditas. e compreendes… e vive-lo, ao sossego, ao poema, à espuma. obrigada!
    um grande beijinho para ti também!
    Alexandra

  4. Alexandra permalink*
    Março 20, 2009 9:37 am

    oh, caro vizinho, muito obrigada pela apreciação sensível, delicada. e… uma revelação – gosto muito de música celta, e especialmente do som de uma gaita… num alto isolado… ou numa falésia, em manhã de bruma… e de um sossego como este. de novo, muito obrigada… e não resisto a perguntar: és tocador?
    um beijo da vizinha do lado de cá das brumas,
    Alexandra

  5. Março 21, 2009 1:48 pm

    Aprendiz de gaiteiro son
    (Tocador…sempre que se pode!!! ;-) )

  6. Alexandra permalink*
    Março 21, 2009 2:20 pm

    Excelente trocadilho, vizinho! :0)
    (Entretanto, juntei o teu blogue aos meus “Espaços Amigos” (Português e Galego) – e nem te pedi licença… mas confio que ma concedes!)
    Outro beijo de cá,
    Alexandra

  7. Março 22, 2009 1:08 pm

    Licença me pides?. Unha honra para min!!!.

    Beijo renovado

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: